Quantidade de Páginas visitadas

PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO 

1 APRESENTAÇÃO


A comunidade escolar do Colégio Estadual “Professor Segismundo Antunes Netto” – EFMN construiu o Projeto Político Pedagógico, documento cujo texto está sistematizado em introdução – objetivos – identificação – marco situacional – marco conceitual – marco operacional e Anexos.
Neste documento há a descrição da realidade educacional que se tem no momento e as ações a serem desencadeadas no decorrer do ano letivo para coibir as fragilidades que ora o Estabelecimento de Ensino apresenta.
Deseja-se que as intenções dos profissionais da educação cada segmento do Estabelecimento de Ensino sejam contempladas, passando da condição utópica, ilusória para realidade transformadora.
Como o Estabelecimento de Ensino tem a função social de formar o aluno para exercer sua cidadania de maneira autônoma, com as ações prescritas neste documento pretende-se oportunizar ao alunado saberes sistematizados que o levem a desempenhar seu papel na sociedade com liberdade e responsabilidade perante a transformação que o meio social vier a exigir para atender ao bem comum.


2 INTRODUÇÃO

2.1 BASE LEGAL DO PROJETO

O Projeto Político Pedagógico do Colégio Estadual “Professor Segismundo Antunes Netto”- EFMN, está fundamentado na Lei de Diretrizes e Bases nº 9394/96 no artigo 3º - onde estão descritos os princípios norteadores da educação, sendo eles:
I- Igualdade de condição para o acesso e permanência na escola;
II- Liberdade de aprender, ensinar, pesquisar e divulgar a cultura, o pensamento, a arte e o saber;
III- Pluralismo de idéias e de concepções pedagógicas;
IV- Respeito à liberdade e apreço à tolerância;
V- Coexistência da instituição pública e privada de ensino;
VI- Gratuidade de ensino público em estabelecimentos oficiais;
VII- Valorização do profissional da educação escolar;
VIII- Gestão democrática do ensino público, na forma desta Lei e da legislação dos sistemas de ensino;
IX- Garantia de padrão de qualidade;
X- Valorização da experiência extra-escolar;
XI- Vinculação entre a educação escolar, o trabalho e as práticas escolares.

No artigo 13 – inciso I; no qual está determinado que o corpo docente incumbir-se-á de participar da elaboração da Proposta Pedagógica do Estabelecimento de Ensino; no artigo 14 – inciso I estando também determinado a participação dos profissionais da educação na elaboração do Projeto Político Pedagógico da Escola.
Obedecendo e seguindo os preceitos desta Lei, os diversos segmentos do Estabelecimento de Ensino construíram coletivamente o presente Projeto



3 OBJETIVOS GERAIS

- Traçar metas, diretrizes, metodologias para nortear a execução do trabalho educativo dentro do Estabelecimento de Ensino;
- Melhorar a qualidade do ensino ofertado pelo Estabelecimento de Ensino;
- Promover a unidade entre os Profissionais da Educação em prol da formação integral do aluno;
- Combater a Evasão Escolar.
- Dinamizar a Biblioteca Escolar Olavo Bilac.
- Dinamizar o Uso dos Laboratórios (Informática/Ciências)
- Articular com os Colegiados do Estabelecimento para maior participação nas decisões administrativas e pedagógicas.
- Organizar o trabalho pedagógico no Estabelecimento garantindo a formação integral do aluno.
- Praticar as ações delineadas pelo Projeto Político Pedagógico em fase de construção coletiva.
- Melhorar a utilização do Espaço Físico e dos Equipamentos.


4 OBJETIVOS ESPECIFICOS

- Delinear intervenções pedagógicas na escola;
- Formar alunos críticos, participativos e responsáveis nas atividades escolares; e na comunidade;
- Subsidiar o professor para que repense sua prática, se organize e trabalhe comprometido com a formação do aluno;
- Trabalhar a consciência da conservação do espaço físico da escola; e dos demais ambientes onde convive;
- Melhorar o acesso dos alunos aos laboratórios de informática e de ciências;
- Promover ações que levem os pais a participar mais da vida escolar de seus filhos, tomando consciência de que são parte responsável pela formação dos sujeitos que agem e transformam a sociedade;
- Firmar parceria com comunidade dando abertura para que todos conheçam o dia-a-dia da escola e sintam motivados a dela participar, seja na condição de voluntários, de parceiros ou de patrocinadores;
- Reforçar nos profissionais da educação a consciência da importância de suas funções para que trabalhem alegres, satisfeitos, com muita dedicação diária no setor da sua competência;
- Avaliar o aluno utilizando propostas e meios que aconteça para todos e não somente aqueles que tenham facilidade com uma dada metodologia utilizada pelos professores; 


5.  IDENTIFICAÇÃO

Nome: Colégio Estadual Professor "Segismundo Antunes Netto"– EFMN
Endereço: Rua Pará, 72 - Bairro Boa Vista - Siqueira Campos - Paraná.
Telefone: (43) 3571-1121 - Fax:(43) 3571-1121
Entidade Mantenedora: Governo do Estado do Paraná
Jurisdição: Núcleo Regional de Educação de Ibaiti
Administração: Diretor: Manoel Estevam Velasque
Resol. 58 - DOE.7.145 - 16/01/06
Diretora Auxiliar: Maria Hoshi
Resol. 58 - DOE.7.145 - 16/01/06


5.1 ASPECTOS HISTÓRICOS DA ESCOLA

O Colégio Estadual “Professor Segismundo Antunes Netto”- EFMN funciona desde 02(dois) de outubro de 1950, porém com outro nome, outro endereço e outras características físicas.
Quando foi instalado em 09 (nove) de março de 1952 funcionava num imóvel de alvenaria localizado na Rua Pernambuco, hoje atual Centro de Saúde. Ali funcionava ofertando Curso Ginasial com o nome de Ginásio Estadual de Siqueira Campos, com 42 (quarenta e dois) alunos e sob a direção do Professor Joel Sanches.
Na gestão do Prefeito João Ramos foi construído na Rua Marechal Floriano nº 08 um imóvel em madeira com nove salas de aula, hoje atual Departamento de Obras da Prefeitura Municipal, destinado a sediar o Ginásio Estadual.
Também no mesmo prédio criou-se em outubro de 1956 o curso primário para que os estudantes dos cursos da Escola Normal fizessem a Prática de Estágio. A denominação da Escola Normal era ENCE - Escola Normal e Colegial Armando Barbosa Lemes – fundada na década de 50 cuja primeira turma estudava nas dependências do atual Centro de Saúde. Posteriormente o curso foi transferido também para as dependências do Ginásio Estadual de Siqueira Campos.
Em 1961 o Ginásio Estadual teve sua denominação alterada para Ginásio Estadual Professor Segismundo Antunes Netto em homenagem ao Professor Segismundo que havia sido professor do Ginásio Estadual desde a sua instalação chegando ao cargo de Diretor no período de março de 1955 a dezembro de 1960 quando veio a falecer. As autoridades siqueirenses lhe renderam uma homenagem especial usando seu nome para denominar oficialmente o Estabelecimento de Ensino, palco de muitos anos de seus trabalhos educativos.
Finalizando a década de 60, precisamente 1969 o Estabelecimento de Ensino foi autorizado a ofertar o Curso Científico-Colegial, então sua denominação passou para Colégio Estadual Professor Segismundo Antunes Netto, ministrando o Ensino Secundário de 1º e 2º ciclos.
O Estabelecimento também ofertava o Curso de Contabilidade, porém vinculado à nomenclatura Escola de 2º Grau “Dezenove de Dezembro”.
Nesta época as dependências do prédio escolar por serem de madeira encontravam-se infestadas de cupim e também insuficientes para demanda de alunos. Fator que motivou a construção de novas instalações em alvenaria, na parte alta da cidade, nas proximidades do Santuário do Senhor Bom Jesus, em terreno cedido pela Prefeitura Municipal na Rua Pará nº 01, hoje nº 72. O novo prédio foi concluído no final de 1974, sendo transferido o funcionamento das atividades escolares para nova sede no ano letivo de 1976.
A partir de então todas as atividades escolares passaram a funcionar no novo prédio e em 1978 com ato Governamental de reorganizar as escolas, o Complexo Escolar Armando Barbosa Lemes foi autorizado a funcionar jurisdicionado ao Colégio Estadual alterando a denominação para Colégio Estadual “Segismundo Antunes Netto” – Ensino de 1º Grau e Ensino de 2º Ciclo. No início de 1980 teve mais um ato governamental reorganizando as escolas, onde a Escola Reordenada de 2º Grau “Dezenove de Dezembro” foi reordenada junto ao Colégio Estadual, o qual teve sua denominação alterada para Colégio Estadual Professor Segismundo Antunes Netto – Ensino de 1º e 2º Graus.
Por último em 1982 o Estabelecimento de Ensino teve o Ato de Reconhecimento do Curso de 1º Grau Regular e 2º Grau Regular com as habilitações de Magistério e Contabilidade.
A partir de então sempre amparado pela Legislação competente, o Estabelecimento de Ensino funciona ofertando vários cursos: 


5.1 ESPAÇO FÍSICO DA ESCOLA

O Colégio Estadual Professor Segismundo Antunes Netto é construído todo em alvenaria com telhado de telhas de barro e forro em madeira. As portas das salas são em madeira. As salas são bem iluminadas pelas janelas no modelo maxmoar que ocupam toda a extensão de uma das paredes. As salas são organizadas em plano térreo em dois corredores lineares, sendo uma de frente para outra com o chão revestido por taco de madeira.
A construção num total de 2.404,04 mil metros é dividida em 06 (seis) blocos sendo:

- Um bloco para cantina comercial, vestiário e sanitários contendo um sanitário feminino adaptado para portadores de necessidades especiais;
- Um bloco para vestiários e sanitários masculinos contendo um sanitário adaptado para portadores de necessidades especiais, sala dos professores de educação física, sala de almoxarifado para guardar material de consumo e de limpeza;
- Um bloco com sanitários masculinos e femininos, depósito de merenda escolar, gabinete dos inspetores de alunos e dez salas de aula;
- Um bloco com dois laboratórios, um de Informática e um de Ciências, seis salas de aula, e residência do zelador;
- Um bloco para cantina escolar onde se prepara os alimentos e serve as refeições com espaço próprio para o lanche de professores e funcionários;
- Um bloco da administração com duas salas para secretaria, uma para Direção, Biblioteca Escolar Olavo Bilac, três salas para Equipe Pedagógica, sanitários masculinos e femininos para professores e funcionários, sala para os Professores, um salão para vídeo e reuniões, uma sala cedida para o funcionamento do "Setor Descentralizado do NRE".
Os seis blocos se intercomunicam através do pátio coberto revestido de piso cerâmico, no qual estão assentados 14 (quatorze) conjuntos de mesas e bancos que acomodam de oito a dez pessoas tanto para tomar o lanche como para estudos, bate-papos e aulas de xadrez.
O Estabelecimento de Ensino possui duas quadras sendo uma poliesportiva coberta medindo 1.200 m² metros e outra ao ar livre medindo 162 m², e ainda um pátio coberto que serve tanto para os alunos jogarem ping-pong como para realizar eventos festivos, culturais e educacionais medindo 288 m².
Dependências do Prédio:
O prédio do Colégio Estadual Professor Segismundo Antunes Netto é todo em alvenaria construído e concluído em novembro de 1974 e sofreu a ultima reforma em 2002 conservando suas características originais. A área construída num total de 2.404,04 metros quadrados está distribuída em:
- 16 salas de aula
- 01 laboratório de Ciências
- 01 laboratório de Informática
- 11 sanitários masculinos para alunos
- 03 banheiros para banho masculinos
- 01 sanitário masculino adaptado para portador de necessidades físicas
- 11 sanitários femininos para alunas
- 03 banheiros para banho feminino
- 01 sanitário feminino adaptado para portadoras de necessidades físicas
- 03 sanitários masculinos para professores e funcionários
- 04 sanitários femininos para professores e funcionários
- 01 biblioteca escolar
- 01 sala para Gabinete da Direção
- 01 sala cedida para a Equipe do Setor de Siqueira Campos – NRE/Ibaiti.
- 03 salas para Equipe Pedagógica
- 02 salas para Secretaria Escolar
- 01 sala para os Professores
- 01 sala de reunião e vídeo
- 01 sala para guardar materiais utilizados nas aulas de Educação Física
- 02 salas para almoxarifado
- 01 sala para Inspetores de Alunos
- 01 cozinha
- 01 refeitório dos professores e funcionários
- 01cantina para APMF comercializar lanches aos alunos
- 01 depósito de merenda escolar
- Residência do zelador anexa ao bloco das salas de aulas contendo:
- 01 sala se estar
- 01 cozinha
- 01 banheiro
- 02 quartos 

Áreas Externas:
Além da área construída o Estabelecimento de Ensino conta com uma área externa num total de 8.815.33 m² mil metros quadrados distribuídos em pomar, estacionamento, jardim na frente dos blocos das salas de aula, horta e quintal do caseiro, área livre revestida com lajotas, área verde com acentuado declive entre as quadras e o muro de divisa.
Vias de Acesso:
Por ocupar uma grande extensão, a escola tem portões de acesso para os seguintes logradouros:
1- Rua Pará.
2- Rua Caetano José de Carvalho a qual é interrompida num dos portões de acesso e tem a continuidade num outro portão de acesso, ou seja, é um logradouro que corta todo o Estabelecimento de Ensino.


5.2 OFERTA DE CURSO E TURMAS

- Ensino Fundamental – Série Finais desde a fundação até 2008;
- Curso de Magistério até 1999;
- Curso de Contabilidade até 1999;
- Curso de Educação Geral desde 1993 até 2008;
- Curso de Formação de Docentes da Educação Infantil e das Séries Iniciais do Ensino Fundamental – com Aproveitamento de Estudos desde 2004 a 2008;
- Curso de Formação de Docentes da Educação Infantil e das Séries Iniciais do Ensino Fundamental Médio Integrado desde 2004 até 2007;


Legislação que ampara o Estabelecimento de Ensino:

- Decreto nº 12.092 – 02/10/1950 = Fundação;
- Decreto nº 35.064 – 04/01/1961 = Denominação de Ginásio Estadual Professor]Segismundo Antunes Netto;
- Decreto nº 17.782–30/12/1969 = Denominação Colégio Estadual Professor Segismundo Antunes Netto ministrando o Ensino Secundário de 1º e 2º Ciclos;
- Decreto nº 4495 – 01/01/1978 = Denominação Colégio Estadual Professor Segismundo Antunes Netto – Ensino de 1º Grau e 2º Ciclo;
- Decreto nº 2059 – 20/03/1980 = Denominação Colégio Estadual Professor Segismundo Antunes Netto – Ensino de 1º e 2º Graus (Magistério e Contabilidade);
- Resolução nº 290/82 – 01/02/1982 = Reconhecimento do Estabelecimento e de seus cursos;
- Resolução nº 6244/93 – 07/12/1993 = Implantação do Curso de Educação Geral;
- Resolução nº 4822/94 = Autorização para funcionamento do Curso de Educação Geral;
- Resolução nº 1012/98 = Reconhecimento do Curso de Educação Geral;
- Resolução nº 3334/97 = Cessação do Curso de Magistério;
- Resolução nº 3335/97 = Cessação do Curso de Contabilidade;
- Resolução nº 3120/98 = Denominação de Colégio Estadual “Professor Segismundo Antunes Netto” – Ensino Fundamental e Médio;
- Deliberação 010/99 – 04/08/1999 = Implantação do Curso de Formação de Docentes da Educação Infantil e das Séries Iniciais do Ensino Fundamental – Integrado e com Aproveitamento de Estudos
- Resolução nº 1807/2005 = Autorização para funcionamento do Curso de Formação de Docentes da Educação Infantil e das Séries Iniciais do Ensino Fundamental com efeitos retroativos ao Início do ano letivo 2004.
- Parecer 048/04 – CEE – alteração da nomenclatura do Curso de Formação de Docentes da Educação Infantil e dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental ( subseqüente ) com Aproveitamento de Estudos.
 Resolução Nº 2969/07 = Reconhecimento do curso de Formação de Docentes da Educação Infantil e Anos Iniciais do Ensino Fundamental, na modalidade normal, Nível Médio, destinados A alunos egressos DO ENSINO FUNDAMENTAL E DO MÉDIO OU EQUIVALENTE. 


5.3 QUANTIDADE DE ALUNOS – OFERTA DE TURMAS

Atualmente o quadro de alunos está assim distribuído: 597 alunos no Ensino Fundamental; 620 alunos no Ensino Médio e 236 alunos no Curso de Formação de Docentes, totalizando 1.453 alunos nas 46 (quarenta e seis) turmas.

Série Turno Nível Masculinos Femininos Total
5ª A Manhã Ensino Fundamental 13 26 39
5ª B Manhã Ensino Fundamental 20 17 37
5ª C Manhã Ensino Fundamental 14 20 34
5ª D Tarde Ensino Fundamental 14 20 34
5ª E Tarde Ensino Fundamental 21 12 33
Total 5ª Série 82 95 177

6ª A Manhã Ensino Fundamental 20 17 37
6ª B Manhã Ensino Fundamental 19 16 35
6ª C Tarde Ensino Fundamental 19 07 26
6ª D Tarde Ensino Fundamental 14 24 38
6ª E Tarde Ensino Fundamental 13 17 30
Total 6ª Série 85 81 166

7ª A Manhã Ensino Fundamental 19 21 36
7ª B Manhã Ensino Fundamental 19 15 35
7ª C Tarde Ensino Fundamental 11 19 36
7ª D Tarde Ensino Fundamental 14 10 30
Total 7ª Série 92 69 161

8ª A Manhã Ensino Fundamental 20 19 39
8ª B Manhã Ensino Fundamental 24 10 34
8ª C Tarde Ensino Fundamental 17 22 39
8ª D Tarde Ensino Fundamental 17 22 39
Total 8ª Série 78 73 151

1ª A Manhã Ensino Médio 26 14 40
1ª B Manhã Ensino Médio 14 26 40
1ª C Manhã Ensino Médio 17 21 38
1ª D Tarde Ensino Médio 29 09 38
2ª A Manhã Ensino Médio 14 19 33
2ª B Manhã Ensino Médio 10 20 30
2ª C Manhã Ensino Médio 13 16 29
2ª D Tarde Ensino Médio 04 12 16
2ª E Noite Ensino Médio 26 12 38
2ª F Noite Ensino Médio 30 08 38
2ª G Noite Ensino Médio 26 12 38
Total 1ª / 2ª Série 209 169 378

3ª A Manhã Ensino Médio 15 09 24
3ª B Noite Ensino Médio 12 11 23
3ª C Noite Ensino Médio 21 17 38
3ª D Noite Ensino Médio 16 26 42
3ª E Noite Ensino Médio 18 13 31
Total 3ª Série 82 76 158

1ª A Tarde Formação de Docentes Integrado 00 18 18
1ª B Noite Formação de Docentes Integrado 01 22 23
2ª A Tarde Formação de Docentes Integrado 00 11 11
2ª B Noite Formação de Docentes Integrado 05 17 22
3ª A Tarde Formação de Docentes Integrado 01 14 15
3ª B Noite Formação de Docentes Integrado 02 15 17
4ª A Tarde Formação de Docentes Integrado 01 12 13
4ª B Noite Formação de Docentes
Integrado 00 18 18
1ª A Noite Formação de Docentes Subseqüente 01 19 20

2ª A Noite Formação de Docentes Subseqüente 02 13 15
Total Formação de Docentes 13 159 172

Total Geral 641 722 1363

Além dessas caracterizações observada na clientela escolar, o Estabelecimento de Ensino também enfrenta problemas como: gravidez precoce, alcoolismo, cigarro, drogas lícitas e ilícitas e relacionamentos promíscuos. Ações preventivas e remediativas como palestras mini projetos nas aulas de Ciências, Biologia e Educação Física são executadas no âmbito escolar em parceria com a sociedade civil organizada visando conscientizar alunos e familiares para promoção de uma vida saudável.
QUADRO DO PESSOAL DA ADMINISTRAÇÃO

Nome Formação acadêmica Função
Alisson Pereira Garanhani Ensino Superior (incompleto) Atendente de Biblioteca
Daniel Malaquias do Prado Ensino Superior Técnico Administrativo
Gustavo Hass Bibiano Ensino Médio Técnico Administrativo
José de Souza Ensino Médio Técnico Administrativo
Luiz Liechocki Ensino Médio (Técnico em Contábil) Técnico Administrativo
Marcio Junior Carvalho Ensino Superior Técnico Administrativo
Maria Aparecida Sampaio Ensino Superior Secretária
Sarah Câmara Barbosa Ensino Superior Técnico Administrativo
Sônia Mª da Cruz Moreira Ensino Médio Atendente de Biblioteca


5.5.2.2 QUADRO DO PESSOAL DE SERVIÇOS GERAIS

Nome Formação acadêmica Função
Henriqueta Lopes Domingues Ens. Fundamental Incompleto Auxiliar Operacional
Leila Gomes de Souza Ensino Médio Completo Auxiliar Operacional
Lourdes Izabel da Cruz Viceli Ensino Médio Completo Auxiliar Operacional
Lucélia Fátima Bento Ens. Fundamental Incompleto Auxiliar Operacional
Maria Aparecida de Oliveira Silva Ensino Fundamental Incompleto Auxiliar Operacional
Maria Benedita Bento da Silva Ens. Fundamental Incompleto Auxiliar Operacional
Maria Odete Tosta Ensino Médio Completo Auxiliar Operacional
Natália Francisca Bento Ensino Fundamental Incompleto Auxiliar Operacional
Neiva Maria Lopes Rangel Ensino Fundamental Incompleto Auxiliar Operacional
Rosângela Leal dos Santos Ensino Médio Completo Auxiliar Operacional
Sandra Mara da Silva Prado Ensino Médio Completo Auxiliar Operacional
Sueli de Campos O. Palmonari Curso Superior Completo Auxiliar Operacional
Suzane Sueli Pereira Bertoli Ensino Fundamental Incompleto Auxiliar Operacional


5.5.2.3 QUADRO DE PROFESSORES

Nome Formação acadêmica Função
Adhemar Granato Júnior                                               Geografia (em curso) Professor
Adriana Cristina Rodrigues de Paula                         História Professora
Alessandra Cristina Peres de Souza                         Ciências e Matemática Professora
André Aparecido dos Santos                                       Ciências Exatas e Biológica Professor
Ana Batista Lopes Machado                                        Ciências e Biologia Professora
Ana Maria dos Santos Granato                                    Pedagogia/História/Mestranda em Educação Professora
Ana Terezinha de Jesus Ribeiro                                 Pedagogia/História/Geografia Professora
Ângela Maria da Silva Ribeiro                                      Educação Artística Professora
Antonio Estevam Velasque                                          Esquema II Pedagogia / Contabilidade Professor/Pedagogo
Antônio Roberto Gonçalves                                         Matemática – Mestre em Educação Professora             
Aparecida de Fátima R. dos Santos                          Letras Professora
Arisoli Garagnani                                                           Matemática - Pedagogia – Ciências – Direito – Mestre em Educação Professora
José Carlos da Silva                                                     Pedagogia Professor
Carmem Ledir Wouters Rodriguez                            Estudos Sociais – Geografia Professora
Cassiane Barbosa Ramos da Cruz                          Matemática Professora
Cilce Consuelo Carvalho de Paula                           Ciências – Matemática –Química Professora
Cirineu Domingues Coutinho                                    Ciência – Biologia –Matemática Professora
Cristiane Maria Costa                                                   Biologia – Educação Física Professora
Daliana Rocha Rodrigues Ribeiro                            Química Professora
Dircilene da Silva Sene Pimentel                               Letras-Português /Inglês Professora
Edilaine Soares Silva                                                    Letras/Inglês (em curso) Professora
Eliana Farago Lemes Bueno                                      História Professora
Eliane Galdino Vieira                                                    Pedagogia-Orientação Professora
Fernanda Barbosa Jussen                                         Pedagogia – Psicopedagogia Professora
Francisco de Assis Vieira                                           Matemática – Física Professora
Gabrieli Bertone                                                            História – Educação Física Professora
Geni de Souza de Oliveira                                           Pedagogia Professora Adaptada
Helena Gomes                                                             História Professora
Helena Maria de Oliveira da Silva                             Letras Professora
Izadora Castilho                                                           Licenciatura Bacharelado em Ciências Sociais Professora
Janete de Carvalho Coutinho                                    História Professora
João Heleno da Silva                                                  Educação Física Professora
Josmary Belchior da Cruz Rocha                             Letras/Inglês Professora
Keila Carla Kiqueto                                                     Educação Física Professora
Laís Ribeiro da Silva                                                  História Professora readaptada (Biblioteca)
Leocimara Laura de Faria                                        Pedagogia-Orientação Educacional Professora/Orientadora Educacional
Leonina de Lourdes de Carvalho Simões            Educação Artística / Artes Plásticas Professora
Lucélia Maria da Silva                                                Ciências – Hab. Biologia Professora
Lúcia de Fátima Carvalho Gouveia                          Pedagogia – História Professora/Coordenação Curso de Magistério
Manoel Estevam Velasque                                       Educação Física – Administração de Empresas – Esquema II Direção
Marcos Alexandre Goes                                            Matemática Professor
Maria Angela Lopes Pereira Zanon                        Matemática Professora
Maria Antonieta Bueno de Godói                             Agronomia – Letras/Ingles Professora
Maria Conceição Canedo Barbosa                        Pedagogia Professora
Maria da Graça da Luz                                              Letras / Francês – Literatura Professora
Maria do Rocio Fagundes Ramos                         Letras Professora
Maria Emilia Sarmento Martins                               Letras/Inglês Professora
Maria Eunice Pereira da Costa                               Pedagogia Professora/Orientação Educacional
Maria Hoshi                                                                 Desenho/Artes Plásticas/Educação Artística Direção Auxiliar
Maria Imaculada Nogueira da Silva                       História – Geografia Professora
Maria Ivone Marques                                                 Letras Professora
Marina Flávia de Faria                                               História Professora
Maria Terezinha Rosa Soares                                Pedagogia Professora
Marcilene de Freitas Nunes                                    Pedagogia Professora
Mariza Conceição Lopes Vieira                              História Professora
Mariza de Fátima da Cruz                                         Pedagogia Professora
Mariza de Souza Germano                                      Pedagogia Professora
Neusa Pereira da Silva Bassani                            História Professora
Nicéia Ap.Domingues de Morais                           Letras/Francês – Literatura Professora
Nilce Domingues Bento Vargas                            Letras/ Inglês Professora
Nilza Maria Pereira de Carvalho                            História – Geografia Professora
Noêmia Barbosa de Oliveira                                  Educação Física Professora
Osvaldo Vieira                                                           Ciências – Física Professora
Ozélia Batista Vieira Liechocki                              Geografia Professora
Roberto Domingues                                                Educação Física Professora
Rosane Pinheiro Canavezi Villa                            Educação Artística Professora
Rosane Maria de Almeida Ramalho                    Pedagogia Professora
Rosemary Fátima da Silva Souza                         Pedagogia – Bacharel em Direito Professora
Rosilei de Fátima Vieira de Freitas                     Ciências/Química Professora
Selma Aparecida da Silva                                     Educação Física Professora
Selma Pirolo                                                            Ciência / Biologia Professora
Silvia Regina Estevam de Melo                           Pedagogia Professora–Coord. Estágio
Simone Cristina Barbosa                                     Letras – Inglês Professora
Simone do Nascimento N. Teixeira                    Ciências – Química –Matemática Professora
Terezinha Aparecida de Oliveira                          Educação Artística – Artes Plásticas Professora
Terezinha Salete Pereira                                      Ciências – Matemática-Pedagogia Professora
Valderci Fonsceca da Silva                                  Pedagogia – Letras/Ingles Professora Pedagoga
Valmira Rosa Toledo Mariano                             Letras – Inglês Professora
Veni Bordignon                                                       Letras – Francês – Inglês Professora
Yuri Jivago Queiroz Leite                                      Ciências – Matemática Professor
Zenaide Bassani                                                    Pedagogia Professora


5.5.2.5 EQUIPE DE DIREÇÃO: PEDAGOGOS E DIRETORES 

Nome Formação acadêmica Função
Manoel Estevam Velasque                                       Educação Física – Administr. de Empresas – Esquema II Direção
Maria Hoshi                                                                  Desenho e Artes Plásticas – Educação Artística Direção Auxiliar
Ana Maria dos Santos Granato                                Pedagogia – História – Mestranda em Educação Professora pedagoga readaptada
Geni de Souza                                                             Pedagogia Professora/pedagoga readaptada
Laís Ribeiro da Silva                                                  História Bibliotecária
Lúcia de Fátima Carvalho Gouveia                         Pedagogia – História Professora Pedagoga / Coord. do Curso de Form. de Docentes
Leocimara Laura de Faria                                        Pedagogia -Orient. Educacional Professora pedagoga
Marcilene de Freitas Nunes                                     Pedagogia Professora pedagoga
Maria Conceição C. Barbosa                                   Pedagogia Professora pedagoga
Nilce Domingues Bento Vargas                             Letras – Inglês Professora readaptada
Antonio Estevam Velasque                                      Esquema II /Pedagogia/Contabilidade Professor Pedagogo
Maria Eunice Pereira da Costa                               Pedagogia Professora Pedagoga
Silvia Regina Estevam de Melo                              Pedagogia Professora Pedagoga / Coorden. de Estágio Supervisionado

1.1.1 Modalidade

Está pautado no Projeto Político Pedagógico as Modalidades de Ensino ofertadas pelo Estabelecimento de Ensino sendo elas:

- Ensino Fundamental – Séries Finais;
- Ensino Médio;
- Curso de Formação de Docentes da Educação Infantil e dos anos Iniciais do Ensino Fundamental – Médio -Integrado;
- Curso de Formação de Docentes da Educação Infantil e dos anos Iniciais do Ensino Fundamental – com Aproveitamento de Estudos
- Educação Especial ofertada por meio de Sala de Recursos;
- Contraturno com Sala de Apoio à Aprendizagem atendendo alunos da 5ª Série do Ensino Fundamental em Língua Portuguesa e Matemática.


6 MARCO SITUACIONAL

DESCRIÇÃO DA REALIDADE DO MUNICÍPIO

HISTÓRICO E DADOS DO MUNICÍPIO

O primeiro homem civilizado que pisou nas paragens foi o pioneiro Joaquim José de Sene no ano de 1843.
Vindo de Faxina, Estado de São Paulo, o Senhor Joaquim, atingindo o cume da Serra dos Pereiras, subiu nas pontas duma alta “Gameleira” e avistando as Serras da Boa Vista, do Salto Bonito e da Guabiroba e ligando-as de vistas o que estava debaixo de seus pés, “tomou posse” de toda área de chão num total de alguns mil alqueires, compreendida nos limites da linha divisória que traçou a olhos.
Dali a cinco anos, em 1848, Joaquim José de Sene trocava sua posse com o Bandeirante José Bernardo de Gouveia, por uma espingarda de carregar pela boca. Mais tarde, Gouveia vendia a posse aos irmãos Miguel Joaquim e Francisco de Paula pela importância em dinheiro de réis 700.000.000 (setecentos mil réis).
Miguel Joaquim e Francisco de Paula também vendiam a posse depois para Domiciano Corrêa, de São José da Boa Vista e este após, vendia para os parentes de Miguel Joaquim e Francisco de Paula, residentes em Itaberá, Estado de São Paulo.
No ano de 1863, dos últimos, compravam a posse os Caetanos de Carvalho. Eram estes três irmãos: José Caetano de Carvalho, Caetano José de Carvalho e Inocêncio José de Carvalho e os cunhados dos mesmos, João de Oliveira Rocha e Pedro José Rocha.
Vinham os Caetanos de Carvalho acompanhados de muitas mulheres, filhos, homens e mulheres totalizando 15 famílias compostas de cento e cinqüenta (150) pessoas oriundas de Santo Antonio do Machado, São José e Dores de Alfenas, São Francisco de Paula do Machadinho e São João Batista do Douradinho, do sul da Província de Minas Gerais.
Construindo os seus ranchões, a beira do ribeirão nascia o povoado que foi chamado pelo Capitão Francisco José de Almeida Lopes (Tico Lopes) de São José da Boa Vista, de Colônia dos Mineiros, nome que em 1886, se constitui em Capela do Senhor Divino Espírito Santo da Colônia Mineira.
O que os arrancou da sua querida terra natal numa época sem crise alguma da natureza, foi o medo da famigerada Guerra do Paraguai que se antevia e da qual aqui falavam de pais para filhos e netos. Pois eram famílias numerosas com muitos filhos cada casal, muitos deles em idade de recrutamento para o serviço militar. Assustados, resolveram mudar apressados para o sertão, pois a qualquer hora poderia iniciar-se a guerra. Nos anos seguintes vieram mais famílias e assim o povoado, denominado de Colônia Mineira – Município de Tomazina, foi crescendo.
Em cumprimento a promessa feita ao Divino Espírito Santo, durante a viagem, pedindo a sua proteção para chegarem bem até o sertão, doaram 32 (trinta e dois) alqueires de terra ao Divino Espírito Santo e levantaram uma capelinha de barro, na qual entronizaram a “Pombinha Branca” como padroeiro do povoado.
Por volta de 1909, com a morte do Presidente Afonso Moreira Pena, a Câmara Municipal de Tomazina deu à Colônia o nome de Penápolis, em sua homenagem. Este nome foi conservado até que a Lei nº 1. 918 de 23 de fevereiro de 1920 criou o município com sua emenda fazendo voltar o antigo nome de Colônia Mineira. Também em 1920, precisamente em 23 de setembro de 1920, tomaram posse: o primeiro Prefeito, Coronel José Inocêncio dos Santos, e a Câmara Municipal de Colônia Mineira, eleitos no último dia 21 de junho.
Com o evento da Revolução de 1930, pelo Decreto nº 323 de 05 de novembro de 1930, do interventor do Estado General Mário Tourinho, o nome de Colônia Mineira mudou para Siqueira Campos. Isto em homenagem ao bravo militar, Tenente Antonio Siqueira Campos, natural de Rio Claro – São Paulo, o heróico sobrevivente do Levante dos 18 do Forte de Copacabana, falecido em um desastre de avião em 10 de maio de 1930.


LOCALIZAÇÃO

Posição Geográfica

Localização: Segundo Planalto do Norte do Paraná,
na região denominada de Norte Pioneiro.
Altitude: 665 metros.
Latitude: 23 graus, 41 minutos, 21 segundos – Sul.
Longitude: 49 graus, 50 minutos, 26 segundos – W. GR.
Superfície: 285 Km² – 11.780 alqueires – 28.500 hectares.


CLIMA: Verão – mais de 22 graus
Inverno – menos de 18 graus.


nº de Distritos 01

Distrito do Marimbondo criado pela Lei Estadual nº 100 10/12/36 e alterado para Distrito de Alemoa através da Lei nº 009/97 de 02/04/97.



ANÁLISE DAS CONTRADIÇÕES E CONFLITOS PRESENTES NA PRÁTICA DOCENTE: REFLEXÃO TEÓRICO-PRÁTICA


EVASÃO ESCOLAR

A Evasão Escolar neste Estabelecimento de Ensino é um desafio a ser superado. Principalmente no Ensino Médio ofertado no período noturno. Os alunos deixam de freqüentar as aulas sem comunicar o desligamento do curso e quando se toma consciência das suas faltas às vezes é tarde para promover seu retorno.
Propõe-se a partir da aprovação deste projeto que os alunos Representantes das Turmas e os Professores Conselheiros sejam parceiros da Equipe Pedagógica fazendo o trabalho de informá-la imediatamente sobre os alunos com intenção de interromper seus estudos ou já desistentes para que a Equipe Pedagógica promova o retorno do aluno utilizando comunicados escritos e verbais, de visitas domiciliares, de comunicação com os pais ou responsáveis.
Também para este ano letivo será adotado o Projeto FICA em parceira com o Ministério Público amenizando a evasão escolar. Que em 2.006 atingiu o índice de 16%.
No contato com o aluno desistente a Equipe Pedagógica fará uma entrevista para descobrir os motivos de sua decisão e procurará estimulá-lo propondo meios alternativos que facilitem conciliar seus problemas pessoais, familiares, profissionais e educacionais com as atividades cotidianas do curso em que está matriculado.


PROCESSO ENSINO E APRENDIZAGEM

Infelizmente ainda continua-se motivando o aluno a estudar atingindo média para garantir promoção às séries seguintes. E nesse processo o aluno nem sempre é avaliado qualitativamente. Pecamos por medir o aluno apenas com notas bimestrais, deixando de verificar o que ele realmente compreendeu daquilo que foi trabalhado ao longo das aulas.
Alguns profissionais atribuem esta dificuldade ao próprio sistema escolar, outros aos vícios que se incorporou nos anos de prática docente, outros ainda, ao desinteresse dos alunos e falta de acompanhamento da família.
Este Estabelecimento de Ensino procurará mediar o processo assessorando o profissional da educação para que repense a forma de verificar a aprendizagem do aluno. Tornando um momento de avaliação mútua, verificando a qualidade do conhecimento que o aluno reteve e a qualidade e essência do que foi trabalhado nas aulas. Por outro lado procurará despertar no aluno a consciência de que ele é avaliado continuamente e independente de um sistema que lhe prescreve a quantidade de nota necessária para aprovação anual, ele deve ter gosto de aprofundar conhecimentos e ampliar seus horizontes para tornar-se um indivíduo com poder de transformação.


COMO A COMUNI











Validador

CSS válido!

Secretaria de Estado da Educação do Paraná
Av. Água Verde, 2140 - Água Verde - CEP 80240-900 Curitiba-PR - Fone: (41) 3340-1500
Desenvolvido pela Celepar - Acesso Restrito